Paisagem, Biodiversidade e Sistemas Socio-Ecológicos

Fotografia
Responsável

Objetivos

1) Estudo da relação entre os sistemas de uso da terra (agricultura, floresta e outros usos do espaço rural) e os padrões espaciais ao nível da paisagem. Os trabalhos do Grupo incluem a avaliação e modelação destas inter-relações, em escalas espaciais e temporais alargadas, assim como a ampliação e redução dessas dimensões, da planta ao nível da paisagem (linha LDSP1 );
2) Compreensão e modelação da gestão territorial e da tomada de decisão a diferentes níveis de governança, desde a exploração agrícola à comunidade local, até à definição de políticas; com este objetivo, estudam-se os processos e agentes económicos, sociais e culturais (linha LDSP2 ).

Linhas de Investigação

LDSP 1 'Dinâmica e modelação da paisagem' :

a) avaliação das alterações nos mosaicos de uso da terra e na paisagem, suas causas e impactos na multifuncionalidade da paisagem, com ênfase nas dimensões ecológoca, económica e social (lazer, turismo, identidade, mudanças políticas, etc.);

b) modelação de povoamentos florestais com integração dos múltiplos componentes dos sistemas florestais e agroflorestais.

LDSP 2 'Processos sociais e governança' :

a) governança e processos de tomada de decisão, do nível de exploração às políticas, integrando a avaliação dos múltiplos intervenientes públicos e privados; 

b) metodologias participativas e transdisciplinares como base das interações investigação-prática. 

A investigação do Grupo fornece orientações teóricas e práticas para a gestão sustentável dos sistemas florestais e agro-florestais do Mediterrâneo, em particular do sistema Montado, assim como das suas formas de adaptação a diferentes condições locais.

O nosso trabalho analisa a integração da produção e de outras atividadesna paisagem, no que respeita às dinâmicas e ao padrão espacial, assim como ao processo de decisão desde a escala local da exploração agrícola até às escalas regionais e nacionais.

Pretendemos definir indicadores e limiares que possibilitem a avaliação da resiliência dos sistemas sócio-ecológicos, permitindo uma melhor definição de políticas.

Tendo como base o estudo dos processos de transição pretendemos identificar quais os mecanismos institucionais que melhor podem suportar a inovação social necessária para melhorar a sustentabilidade rural e o cumprimento das múltiplas solicitações da sociedade.

Todos estes temas de trabalho envolvem uma estreita interação com a prática, tornando a transferência de conhecimento inerente à nossa investigação.

O Grupo de Investigação Paisagem, Biodiversidade e Sistemas Socio-Ecológicos  prossegue uma nova abordagem, no ICAAM e em Portugal, que se baseia na utilização de métodos participativos para estruturar a interação investigação-prática e suportar processos de inovação duradouros.

  • Dinâmicas e gestão das paisagens rurais - DYNAMO

 
 

Aceda à página web do grupo de investigação >>

  • Laboratório de Ornitologia - LabOr

labor

 
 

Aceda à página web  do grupo de investigação >>

Outras Informações